ultrassonografia

All posts tagged ultrassonografia

A medicina fetal é uma importante área de atuação da medicina que tem como objetivo o cuidado do feto e a promoção da saúde materno-fetal.

O Médico especialista, também chamado de fetólogo é um parceiro do obstetra na condução da gestação, ficando responsável pelos cuidados e condutas referentes ao desenvolvimento do bebê, riscos genéticos, diagnóstico das malformações e possíveis síndromes. O fetólogo tem formação específica, com as competências necessárias para realização de procedimentos preventivos, diagnósticos ou terapêuticos, invasivos ou não, relacionados à gestação, à formação e ao desenvolvimento fetal.

 

A formação do especialista em medicina fetal compreende a realização de residência médica em ginecologia e obstetrícia, especializações específicas em ultrassonografia e em medicina fetal e, finalmente, a realização da prova do Título de Especialista em Medicina Fetal com a consequente aprovação, reconhecido pela FEBRASGO (Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia) e registrado no CRM (Conselho Regional de Medicina).

A consulta em medicina fetal é composta por uma conversa (anamnese) minuciosa que envolve coleta de dados maternos, paternos e familiares, avaliação física e, caso necessário, solicitação de exames laboratoriais dos pais.

Envolve ainda a realização de ultrassonografia morfológica, rastreamento de doenças cromossômicas (ex: Síndromes de Down, Edwards, Patau e Turner) por meio de marcadores ultrassonográficos e bioquímicos. Exame de ultrassonografia

Quando necessário, é realizado coleta de amostra do líquido amniótico (líquido que envolve o bebê) ou do vilo corial (“placenta” fetal).
Após todas essas etapas o fetólogo pode e deve orientar os pais sobre o aconselhamento genético e a conduta e cuidados necessários com esse feto durante a gestação.

O fetólogo utiliza aparelhos modernos e sofisticados de ultrassom capazes de obter imagens nítidas do bebê dentro do útero materno. Essa tecnologia nos novos equipamentos tem possibilitado que muitos problemas sejam diagnosticados e muitas vezes tratados enquanto o bebê ainda está na barriga da mãe.

O que é um Subespecialista em Medicina Fetal?

Dra Ieda Paula Kaiut

Dr Marcelo Pedro Alcântara Silva

Um subespecialista em medicina materno-fetal (MFM) é um médico da ObGyn que concluiu mais dois a três anos de educação e treinamento. Os subespecialistas da Medicina Fetal são especialistas em gravidez de alto risco. Para mulheres grávidas com problemas de saúde crônicos, os subespecialistas da MFM trabalham para manter a mulher o mais saudável possível enquanto o corpo dela muda e o bebê cresce. Os subespecialistas da Medicina Fetal também cuidam de mulheres que enfrentam problemas inesperados que se desenvolvem durante a gravidez, como trabalho de parto precoce, sangramento ou pressão alta. As MFMs são o destino das mulheres grávidas que chegam ao hospital por qualquer motivo, seja após um acidente ou no início de uma infecção nos rins. Em outros casos, é o bebê que enfrenta a rotina. Se um prestador de cuidados de OB encontrar um defeito de nascimento ou um problema de crescimento, as MFMs poderão iniciar o tratamento antes do nascimento, fornecendo monitoramento.

Ultrassonografia Ponta Grossa

UltrassonografiaEcografia Ceilandia é um exame que utiliza ondas sonoras de alta frequência para criar imagens do bebê em desenvolvimento, bem como dos órgãos reprodutivos da mãe. O número médio de exames de ultrassonografia varia conforme a gravidez.

Esse importante exame pode ajudar a monitorar o desenvolvimento fetal normal e rastrear possíveis problemas. Juntamente com uma ultrassonografia padrão, existem vários ultrassons mais avançados – incluindo um ultrassom 3D, um ultrassom 4D e um ecocardiograma fetal, que é um ultrassom que examina detalhadamente o coração do feto.

Existem várias razões para se fazer uma Ultrassonografia  durante a gravidez. O seu médico também pode solicitar novos exames se detectar um problema em uma ultrassonografia ou exame de sangue anterior. As Ultrassonografias também podem ser feitas por razões não médicas, como produzir imagens para os pais ou determinar o sexo do bebê. Destaca-se que a tecnologia dos novos equipamentos de UltrassonografiaEcografia Ceilândia são seguros para mãe e o bebê.

Durante o primeiro trimestre de gravidez

No primeiro trimestre da gravidez, os exames podem ser feitos para:

  1. confirmar gravidez;
  2. verificar o batimento cardíaco fetal;
  3. determinar a idade gestacional do bebê e estimar uma data de nascimento;
  4. verificar se há mais de um bebê – gêmeos;
  5. examinar a placenta, útero, ovários e colo do útero;
  6. diagnosticar uma gravidez ectópica (quando o feto não se apega ao útero);
  7. pesquisar qualquer crescimento anormal no feto;

Durante o segundo e terceiro trimestres da gravidez

Nesse tempo a ultrassonografia pode ser feito para:

  1. monitorar o crescimento e a posição do feto (coluna, ossos, cabeça e membros);
  2. determinar o sexo do bebê;
  3. confirmar gestações múltiplas;
  4. observar a placenta para verificar se há problemas, como placenta prévia (quando a placenta cobre o colo do útero) e descolamento da placenta (quando a placenta se separa do útero antes do parto);
  5. verificar as características da síndrome de Down (normalmente feita entre 13 e 14 semanas);
  6. verificar se há anomalias congênitas ou defeitos congênitos;
  7. examinar o feto para anormalidades estruturais ou problemas de fluxo sanguíneo;
  8. monitorar os níveis de líquido amniótico;
  9. determinar se o feto está recebendo oxigênio suficiente;
  10. diagnosticar problemas com os ovários ou útero, como tumores na gravidez;
  11. medir o comprimento do colo do útero;
  12. orientar outros exames;
  13. confirmar ou não a morte do bebê.

ULTRASSONOGRAFIA EM GESTANTES / OBSTETRÍCIA

Gestações simples e gemelares

  • Obstétrico inicial por via transvaginal;
  • Obstétrico convencional de primeiro trimestre;
  • Obstétrico morfológico de primeiro trimestre (11 a 13 semanas e 6 dias);
  • Obstétrico morfológico de segundo trimestre (20 a 24 semanas);
  • Obstétrico convencional de segundo trimestre;
  • Obstétrico com Doppler;
  • Obstétrico 4D com HDlive®

O HDlive® é uma ferramenta inovadora que oferece aos pais e médicos um realismo anatômico excepcional, com aumento da percepção de profundidade, revelando detalhes escondidos e fornecendo uma maior compreensão da anatomia relacional.
O HDlive® fornece uma fonte de luz virtual móvel possibilitando ao médicoultrassonografista posicionar livremente a luz em qualquer ângulo para iluminar as áreas de interesse.
O HDlive® também ajuda a fornecer uma clareza de imagem extraordinária, podendo acelerar o tempo de exame, devido à capacidade de revelar detalhes finos

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=Vy3gFSUVIFg[/embedyt]