Governador afirma ser ilegal recurso da Ferrovia de Carajás ir para outro Estado e vai questionar na Justiça a decisão do Governo Federal.